Conheça a Casa da Arte de Educar

A Casa da Arte de Educar nasceu da reunião de educadores das favelas com profissionais das áreas de educação que juntos buscavam colaborar para a qualificação da educação pública. Esta meta tem direcionado as ações da ONG que desenvolve um trabalho de Educação Integral, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e pesquisas em Educação.

Vídeo

Imagem de Amostra do You Tube Imagem de Amostra do You Tube

Imagens

  • nivo slider image nivo slider image nivo slider image nivo slider image nivo slider image nivo slider image

Notícias

No próximo dia 23 de outubro acontece o Encontro ‘Diálogo dos Saberes’ no Instituto Superior de Educação do Estado do Rio de Janeiro (ISERJ). O evento reunirá professores, gestores de escolas e estudantes em educação, para refletir sobre o papel do professor na sociedade, na perspectiva de uma formação humana. Em pauta também estarão as

No último dia 17 de julho, a Casa da Arte de Educar realizou o terceiro encontro da rede de articulação e mobilização pela garantia de direitos de crianças e adolescentes na região de favelas da grande Tijuca, zona norte do Rio. Participaram da reunião lideranças comunitárias, representantes de ONGs e de UPPs Sociais. Lolla Azevedo,

Começou esta semana um intercâmbio cultural entre estudantes da Casa da Arte de Educar e do projeto Gira Mundo. A primeira atividade deste encontro foi a realização de um passeio pelo parque do Aterro do Flamengo, no Rio. Ao todo, a Casa está recebendo oito jovens do Chile, México, China, Vietnã e Suécia. Durante quatro

A Casa da Arte de Educar foi uma das organizações vencedoras do Prêmio Mais Cultura de Pontos de Leitura, da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. A inciativa premiada foi a oficina de leitura e produção de livros coletivos de Memória da Mangueira.

Você pode ajudar a combater casos de abusos e exploração infantil. O Proteja Brasil é o aplicativo para iPhone ou celular com sistema Android criado para facilitar denúncias e informar sobre violência contra crianças e adolescentes. A partir da sua localização, o aplicativo indica telefone, endereços de delegacia, conselhos tutelares e outras organizações para que